sábado, 30 de outubro de 2010

APAF COMUNINA CANCELAMENTO DE ACÇÃO DE PROTESTO

Na sequência de reunião havida ontem entre o Senhor Secretário de Estado da Juventude e Desporto, Dr. Laurentino Dias e a Confederação das Associações de Juízes e Árbitros de Portugal (CAJAP), representada por Luís Guilherme, Hugo Virgílio e Tiago Monteiro, onde foi comunicado a esta Confederação a assinatura, naquele mesmo dia, do Despacho Conjunto entre o Ministério das Finanças e a Secretaria de Estado da Juventude e Desporto, que regula as Bolsas de Formação Desportiva para Juízes e Árbitros Desportivos, conforme previsto na alínea b) do n.º 5 do artigo 12.º do Código do IRS, que contempla todos os juízes e árbitros com idade até aos 30 anos, que, deste modo, ficam isentos do pagamento de impostos e Segurança Social, desde que os valores por si auferidos não ultrapassem a quantia de 2.095,00 € (dois mil e noventa e cinco euros) por ano.
Reconhecendo que não sendo a solução pretendida para a problemática da fiscalidade e segurança social que afecta o sector da arbitragem, não pode a APAF deixar de salientar ser este um pequeno passo, no sentido positivo, da caminhada que ainda é necessário percorrer para alcançar a tão desejada taxa liberatória, que, há muito definimos como sendo o instrumento juridico-fiscal adequado para resolver os problemas fiscais e contributivos que afectam os árbitros.
Registamos ainda com agrado a disponibilidade demonstrada por parte do Senhor Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, em continuar, com brevidade a desenvolver esforços para, em conjunto com a CAJAP, encontrar as soluções que melhor se adeqúem à especificidade do sector da arbitragem e do ajuizamento desportivo.
Face ao exposto, entende a Direcção da APAF, que estão criadas as condições mínimas, para que os Árbitros, possam retirar o seu pedido de indisponibilidade que, em devido tempo fizeram, para desempenhar as suas funções desportivas nos dias 6 e 7 de Novembro de 2010.
A APAF, não pode deixar de realçar e enaltecer o grande espírito de mobilização em todo o País por parte dos Árbitros, Árbitros Assistentes, Observadores e Cronometristas, dando um sinal inequívoco da sua união, demonstrando que quando estão em causa questões essenciais para o exercício da sua actividade, não hesitarão em tomar as medidas, que entendam mais adequadas em cada situação.
Finalmente gostaríamos de agradecer a colaboração e empenho de todos os Agentes da arbitragem, dos Núcleos de Árbitros, dos Conselhos de Arbitragem Distritais, do Conselho de Arbitragem da FPF, e da Comissão de Arbitragem da LPFP, pela compreensão, empenho e colaboração nesta acção de protesto.

Lisboa, 29 de Outubro de 2010

A Direcção da APAF- Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol

3 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Tanto barulho pra ficar tudo na mesma... é o que dá falar, falar sem ter conhecimento de causa!!!
Comunicado da APAF em http://www.apaf.pt/apaf/noticias/?p=1&id=1422

Face ao exposto, entende a Direcção da APAF, que estão criadas as condições mínimas, para que os Árbitros, possam retirar o seu pedido de indisponibilidade que, em devido tempo fizeram, para desempenhar as suas funções desportivas nos dias 6 e 7 de Novembro de 2010.

Esta bolsa já estava prevista na proposta de Orçamento de Estado para 2011, mas apenas para a formação de árbitros...

O que está errado é "taxar" as deslocações e o subs. de refeição, pois se apenas fosse incluidos os prémios estava tudo na perfeição.
Não é necessário grande conhecimento da fiscalidade (basta o senso comum) para saber que as ajudas de custo não são consideráveis.
Por isso a grande questão é: porque não "taxam" apenas os prémios? É que em todas as noticias publicadas é disso que se fala, passando os srs. da APAF (e consequentemente, os árbitros)por tolos (para não dizer pior...).

30 de outubro de 2010 13:04  
Anonymous Anônimo disse...

Eu não vou retirar qualquer tipo de dispensa, Acho que a historia do valor de deslocação está totalmente errado e injusto...

31 de outubro de 2010 17:54  
Anonymous Anônimo disse...

eu nao tiro a dispensa

1 de novembro de 2010 08:43  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial